Seis maneiras de potencializar suas sombras

Hoje eu vim dar algumas dicas de como fazer aquela sombra meia boca se tornar sua aliada na hora de fazer uma maquiagem sensacional.

Explico: Nem toda sombra que a gente compra tem aquela pigmentação impressionante ou aquela durabilidade esperada. As vezes a gente se decepciona com um produto por que não consegue pensar em alternativas de como torná-lo melhor. É por isso que hoje eu vou falar sobre seis maneiras de transformar aquela sombrinha sem graça em algo muuito incrível!

Para testar as possibilidades eu usei uma das sombras do quarteto Jeans da Avon. Primeiro porque gosto bastante dessas cores e depois porque sei que é uma maquiagem com o preço bem acessível, mas que tende a decepcionar um pouco.

  1. Usar um pincel úmido para aplicar a sombra. Gente, é pincel úmido e não encharcado, dando uma molhadinha no aplicador a cor da sombra fica muito mais vida. O único porém é que essa tática não ajuda a melhorar a durabilidade do produto. 
  2. Passar corretivo na pálpebra. Acho que essa é uma das dicas mais simples, mas acreditem: só o uso só corretivo já ajuda a sombra a fixar muito mais e a cor a ficar ainda mais viva. Indico essa opção para quem tem a pele mais morena, por que muitas vezes o tom da pele pode modificar o resultado da cor da sombra, por isso, “anular” a cor da sua pálpebra pode fazer com que o efeito final da maquiagem fique mais parecido com o do produto comprado.
  3. Usar um bom primer. Primer hoje em dia não é mais novidade nenhuma, mas para potencializar a sombra indico o uso de produtos com essa finalidade específica, como o primer para sombas Mary Kay, ou o Potencializador de Sombras Boticário. Passe o produto em toa a pálpebra e no côncavo e em seguida aplique a sombra.
  4. Usar um lápis branco em toda a pálpebra como base. Essa tática eu uso bastante, principalmente quando vou usar sombras mais claras. Passe um lápis para olhos branco ou de alguma cor bem clara em toda a pálpebra e depois esfume. Em seguida aplique a sombra de sua preferência. 
  5. Usar um lápis preto em toda a pálpebra como base.  A finalidade é a mesma do item acima, mas com o lápis preto a cor vai ficar mais escura e, se a sombra tiver alguma cintilância, os brilhos vão ficar ainda mais aparentes. Usar um bom lápis como base ajuda na durabilidade da maquiagem, mas evite lápis muito cremosos por que eles podem fazer com que a sombra se acumule rapidamente nas linhas das pálpebras.
  6. Usar um lápis da mesma tonalidade da sombra como base. Eu sei que nem sempre temos disponível um lápis que seja da cor da sombra, mas usar um produto de tonalidades próximas – como um lápis azul em uma sombra azul, ou um lápis verde para uma sombra verde – faz com que a sombra fixe melhor, dure mais e a cor não ficará tão diferente como usando o lápis branco ou preto.

São seis dicas bem simples e que podem ser usadas em conjunto para efeitos ainda mais incríveis. A melhor parte é saber que com uma só sombra você pode conseguir os mais diversos efeitos e tonalidade e duração.

Em geral eu sempre uso um bom primer e um lápis como base para qualquer maquiagem que eu faça. Para mim essas duas opções combinadas garantem sempre um efeito maravilhoso.

Os produtos usados na foto foram esses aqui:

– Quarteto de sombras Jeans – Avon

– Base para sombras – Mary Kay

– Corretivo – Natura Aquarela

– Lápis Preto – Avon

– Lápis Nude – Avon

– Lápis Azul – Natura

Espero que você tenham gostado das dicas. Alguém conhece mais alguma?

PS: gente, o site em que eu editava as fotos fechou e agora eu estou orfã de editor. Por isso, me perdoem pelas fotos de hoje ok?

Tutorial: Verde Vult

Oi gente, resolvi me jogar nos tutoriais novamente! 😀

Dessa vez resolvi mostrar para vocês um muito mais usável do que o último. e muito mais acessível também, afinal, nem todo mundo tem uma sombra amarela em casa não é? hahaha

A peça principal desse make é o duo 07 da vult, que tem tons de verde. Ele pode ser encontrado em farmácias ou perfumarias e custa em média R$7,00.

1-Preparei a pele, passei um primer e em seguida apliquei a sombra verde mais clara em toda a pálpebra móvel.

2-Em seguida usei a sombra verde escura para definir o côncavo e aplicando também no canto externo do olho.

3 – Com uma sombra preta marquei melhor o canto externo, intensificando o degrade. Na foto da direita dá para ver melhor como ficou.

4- Depois passei sombra branca bem rente a sobrancelha, para levantar o olhar, e também no cantinho interno do olho.

5- Em seguida usei um pincel chanfrado para passar a sombra verde escura rente a raíz dos cílios inferiores. Depois, com um cotonete embebido em demaquilante limpei o canto externo do make, para deixar com essa cara bem “puxadinha”.

6- Passei um traço fino de delineador preto rente a raíz dos cílios superiores.

7 – Lápis preto na linha d’água e muito rímel finalizam o make.

Em olho simples e bonito em 7 passos. Olhem o resultado final:

Um bom make não se resume a lindos olhos não é mesmo? Por isso completei deixando a cobertura do rosto impecável (base + pó mineral), um blush leve para dar aquele arzinho de saúde e me joguei no batom vermelho-laranja (do qual falarei mais em um outro post)!

Para quem gosta de uma coisa mais discreta, um batom nude dá conta do recado também, mas acho que nessa altura do campeonato todo mundo tá cansado de saber que ser discreta não é lá meu forte….

E ai, gostaram? 😉