Maria Filó para C&A

Adoro quando as lojas de departamento nacionais decidem seguir o exemplo das internacionais e fazer parcerias com marcas famosas! Se vocês se lembram, quando a Riachuelo lançou a coleção Fashion Five, em conjunto com cinco estilistas brasileiros, eu comentei à respeito. Então, agora que a C&A está prestes a lançar sua nova coleção, ao lado da marca Maria Filó, não poderia ser diferente.

A coleção chega as lojas na próxima quinta-feira, dia 15 de março, e é composta por 60 peças exclusivas. Uma das grandes características da Maria Filó são peças muito românticas, cheias de babados, estampas e aplicações. Aparentemente as peças desenvolvidas para a C&A carregam essas características próprias da marca. Separei algumas das minhas peças favoritas para mostrar para vocês!

Adorei esses cardigãs, o primeiro é desse mais longuinho e o segundo é aquele pretinho básico com um toque especial, lindos!

Achei a camisa salmão com poás um luxo, está na minha lista.

Estou meio apaixonada por essa saia longa azul, mas como sou baixinha já comecei a me conformar com a idéia de que ela não será minha, já que tem detalhes até embaixo e eu não poderei cortar… faz parte né?

Essas duas peças são as mais românticas da coleção, cheias de brilho e fofura. Adorei o colete!

A maioria das peças tem algum detalhe como os paetês ou esse forro estampado.

Os vestidos também me conquistaram, tanto esses preto e branco…

… quanto esses coloridos. Adorei o rosa listrado.

Os sapatos são fofuras à parte. Todos muito lindos, mas meu favorito foi essa sapatilha com detalhe dourado.

Para conferir a coleção completa é só ir lá no site da C&A, onde tem também a lista completa de lojas que receberão a coleção e a opção de comprar pela loja virtual.

Quero ir logo às lojas para conferir a qualidade dos produtos, por que pra mim esse foi o único ponto que a coleção da Riachuelo ficou devendo. Assim que eu souber conto para vocês!

Você conhece a Julie?

Ontem vi muita gente no Facebook postando os vídeos dessa gracinha.

Por enquanto tudo que eu sei é que a Julie é uma garotinha muito fofa que brinca com maquiagem feito gente grande.

Acredito que ela deva ter entre cinco e sete anos, mas realmente não sei.  Parece que a mamãe percebeu o talento da menina e resolveu mostrar pro mundo. A fofa pega as maquiagens da mãe e faz muita arte.

No primeiro vídeo Julie ensina as meninas como se maquiar para um passeio no shopping ou no parquinho:

Apesar de realmente não ser nada muito sério, a pequena mostra noções incríveis de maquiagem, ela entende a função de coisas como rímel e iluminador, e até arrisca usar o curvex! Uma gracinha!

Já no segundo vídeo ela ensina como fazer uma maquiagem para festa!

Achei válido compartilhar isso com vocês por que acredito que todas as meninas já brincaram na infância com a maquiagem da mãe, não é mesmo? Eu pelo menos adorava passar um batom vermelho! Eu fui uma pequena Julie só que sem todos os recursos da internet…

Só posso dizer que quando eu tiver uma filha ela vai ser mais ou menos assim!

Testei: Up Kisses – Dailus

Hoje eu vim mostrar para vocês mais um batom que eu testei da marca Dailus, dessa vez é a cor 100, Up Kisses – antes eu testei um nude bem bonito, aqui.

O que eu posso dizer se não que eu adorei esse batom?! Ele é um lilás com um pouquinho de rosa, mas com o fundo meio azul, uma coisa incrível. Uma cor que eu nunca vi igual!

Olha que coisa linda. O batom é bem cremoso, mas não é nem um pouco difícil de passar, a fixação é muito boa e ao mesmo tempo ele não mancha muito. A cor é esse lilás fofo que vocês podem ver, achei muito diferente, mas ao mesmo tempo totalmente usável, mesmo no dia a dia.

Pesquisando na internet vi que algumas meninas compararam a cor dele ao batom Up the Amp da MAC, como eu não tenho o batom aqui, não vou poder fazer a comparação, mas olhando até que achei bem parecido mesmo.

Algumas pessoas reclamam do cheiro e do gosto dos batons da Dailus, preciso dizer que a mim nenhum dos dois fatores chega a ser um incômodo, acho tudo ok. Além disso, adoro a textura e a fixação de todos os que eu tenho, fazendo com que o investimento sempre valha a pena.

Se não me engano paguei pouco mais de 5 reais nesse batom, nada mal, não é mesmo?

Como eu sempre digo, uma marca que continuamente me agrada produzindo produtinhos bons, bonitos e baratos, super ponto positivo para eles!

Gostaram do Up Kisses?

Testei: Lápis verde escuro – Natura

Hoje eu vim contar para vocês sobre um produto que eu testei esses dias, o lápis kajal para olhos Verde Escuro da Natura.

Há muitos anos o lápis kajal preto da marca é o meu favorito no mercado nacional. Algum tempo atrás decidi comprar outras cores e como não tinha nenhum lápis verde para olhos achei que essa seria uma boa escolha. Contudo acabei deixando o lápis esquecido na gaveta, até ontem quando acabei esbarrando acidentalmente nele e decidi finalmente testá-lo.

Assim como o lápis preto, o verde é muito macio, a textura fica um pouco cremosa e a cor é bem intensa e metálica

Para mostrar melhor a cor eu resolvi usá-lo como delineador. Achei que ficou muito bom, não ficou nada pesado ou muito extravagante. O verde é bem sóbrio e sem muito brilho tornando-se muito usável no dia a dia.

Depois disso testei o produto de outra maneira, como potencializador de sombras. Tenho um duo de sombras verdes da Vult que eu adoro (já fiz um tutorial com ele aqui), mas a pigmentação é meio fraca, então decidi ver o que acontecia com a sombra verde mais escura quando passada por cima do lápis levemente esfumado. Olha só o resultado:

Quanta diferença, não? Eu sei que poderia ter utilizado um lápis preto ou branco ou até mesmo um primer para potencializar a sombra, mas usando um lápis com a mesma tonalidade acho que o resultado fica mais fiel a cor real do produto.

De maneira geral gostei muito do produto e posso garantir que vou usá-lo muito!

OBS: Comprei esse lápis já faz algum tempo e, para resenhá-lo hoje, fui procurar o produto na revista da Natura desse ciclo. Percebi que ele saiu de linha, assim como toda a Natura Diversa. Procurando no catálogo encontrei um lápis verde muito semelhante da linha Aquarela, por R$14,90. Não sei dizer se é exatamente o mesmo produto, mas eu acredito que sim. De qualquer forma achei que essa resenha ainda pudesse ser útil. 

Tá nas lojas! Março 2012

Estreando categoria nova aqui no blog, a tag Tá nas lojas vai falar sempre dos lançamentos do mês.

Vou começar falando sobre um lançamento nacional, a Natura anunciou hoje a nova coleção da linha Aquarela, a Aquarela Bordado à Mão. 

Ao todo a linha é composta por 4 tons de batom ( dois tons de rosa, um de vermelho e um nude), R$14,90 cada, 3 tons de gloss, R$16,90 cada 4 sombras cintilantes, R$18,80 cada, (dois tons de azul, um cinza/chumbo e um branco), 2 estojos com duas sombras e um tom de blush, R$29,90 cada, e três novas tonalidades de lápis para olhos (azul turquesa, azul marinho e dourado), R$14,30 cada. Gosto das coisas da linha Aquarela e fiquei curiosa para experimentar os lápis de olho e alguns dos batons. 

Entre os produtos que estão desembarcando no Brasil este mês, estão três coisinhas que chamaram a minha atenção:

O Diorshow Heat Curl, nada mais é do que um curvex aquecido. O aparelho tem um pente aquecido nas pontas que alonga e curva ainda mais os cílios. A novidade chega ao Brasil por singelos R$136,00. Ouvi dizer que é só aquecer o curvex com o secador que conseguimos o mesmo efeito, mesmo assim, achei um produto interessante.

A Milani é uma marca bem conhecida lá fora, porém nem tanto aqui no Brasil. Contudo, chega às prateleiras nacionais a Glow Natural Brush on Liquid make up, uma base líquida com pincel acoplado. O produto está disponível em três cores e além de ajudar a corrigir imperfeições ilumina a pele. Seu preço é R$ 63,00.

A Shiseido lançou este ano o Shimmering Crem Eye Color, uma sombra cremosa/seca muito pigmentada (acredito que deva ser algo parecido com os Paint Pots da MAC). São 12 tonalidades diferentes, todas peroladas, que estão à venda por R149,00 cada.

Para finalizar, duas novidades para quem adora esmaltes:

A Mavala lança a coleção Showtime, uma linha cheia de brilho e muito charme. São 6 cores (Sparkling Red, Sparkling Blue, Sparkling Gold, Sparkling Silver, Sparkling Violet, Sparkling Bronzecom fundo colorido e glitter na mesma cor.

Já a marca nacional Risqué lançou uma linha inteiramente dedicada ao cuidado com as unhas, a Risqué Technology. A coleção é composta por 4 produtos: Cobertura Brilhante, Base Reestruturadora, Base Niveladora e Reparador Noturno. Preço Sugerido: R$ 3,20

Testei: Batom Nude – Dailus

Hoje eu vim mostrar para vocês o teste que eu fiz de um batom da marca Dailus, a cor é a 96 – Nude.

Eu queria muito um batom dessa cor, mas como eu sou muito branquinha tinha medo de investir em algo da M.A.C ou de alguma marca internacional e acabar detestando, por outro lado, nunca tinha encontrado nada no mercado nacional com essa tonalidade. Então, quando me deparei com o Nude da Dailus, fiz questão de compra-lo!

Ela segue esse tipo de batom nude que deixa a boca bem apagadinha, a cor dele puxa um pouco para o caramelo.

A textura do batom é bem cremosa e a cobertura é boa. Como já disse antes, me surpreendi com a durabilidade e com a pigmentação dos batons da Dailus, principalmente por causa do preço, que em média varia entre 3 e 6 reais.

Com e sem flash

No dia que eu fiz o teste estava com a boca bem rosadinha, o que atrapalhou um pouco, mas apesar disso acho que da para ter uma ideia boa de como é a cor desse batom. Apesar de ter gostado não achei exatamente fácil de usá-lo. Como eu sou muito branquinha achei que a cor me apagou demais, talvez com uma maquiagem mais pesada nos olhos ele fique melhor, mas apenas com rímel achei que fiou muito morto.

De qualquer forma, para quem está atrás de um batom nude bom, bonito e barato, fica aqui a minha indicação.

Red Carpet do Oscar 2012

Na noite do último domingo, dia 26 de fevereiro, aconteceu a 84ª cerimônia de premiação do Oscar. Consagrado como maior prêmio do cinema, o evento contou com a presença ilustre de diversas atrizes e famosas, que desfilaram modelos incríveis – e outros nem tanto – pelo red carpet.

Ontem mesmo, assistindo a transmissão ao vivo, consegui identificar o que eu considerei como a maior tendência da noite: lantejoulas.

Algumas acertaram em cheio, como foi o caso das três atrizes abaixo.

Milla Jovovich estava simplesmente deslumbrante em um lindo vestido branco de um ombro só da marca Elie Saab. O cabelo as jóias e a maquiagem foram simples e elegantes, tornando o look coeso e muito apropriado para a noite.

Já a atriz Rose Byrne, apostou em um pretinho nada básico, também de um ombro só e com as costas abertas da grife Vivienne Westwood. Acho que se ele fosse um pouco mais comprido ficaria melhor, não gostei de ver o sapato, mas mesmo assim achei que Rose estava muito bonita.

A vencedora do Oscar de melhor atriz, Meryl Streep usou um londo dourado Lanvin, de mangas 3/4 e um drapeado leve o vestido ficou moderno e ao mesmo tempo elegante e apropriado para a idade da atriz.

Já outras atrizes não conseguiram brilhar, apesar de todas as lantejoulas em seus vestidos…

Ellie Kemper usou um vestido longo tomara que caia Armani Privé, em uma cor que a atriz definiu como “Ferrugem Hollywoodiana”. Não achei o vestido feio, mas ao mesmo tempo, não achei bonito… ficou ali no meio termo.

Já Jane Seymourescolheu um vestido vermelho Pamela Rolland. Um exemplo de quando lantejulas dão errado. Fotografou mal, ficou com cara de barato, de cabaré. Não gostei nada.

Anna Faris escolheu um modelo preto de mangas longas Diane Von Furstenberg. O caimento não ficou bom, o vestido parece largo, parece que ela pegou emprestado de alguém maior e mais velho do que ela.

Outra grande tendência da noite foram as cores claras, principalmente quando acompanhadas de muito brilho!

Octavia Spencer venceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante, em um dos momentos mais emocionantes da noite, mas antes, ao passar pelo tapete vermelho a atriz deixou todos impressionados com a sua escolha. Um vestido branco todo bordado a mão da grife Tadashi Shoji, estilista que vem vestindo Octavia durante toda a temporada de premiações. Achei o vestido incrível, ela ficou mais magra, mais jovem e simplesmente reluzente!

Guiliana Rancic é uma das apresentadoras do programa Fashion Police, e a moça fez bonito na noite de ontem. A apresentadora escolheu um modelo branco com detalhes bordados pelo corpo e ombros desenhados.

Jennifer Lopez optou por um longo Zuhair Murad. O vestido tinha um decote generoso e ombros abertos. Apesar de ter adorado o vestido eu achei que a estampa deixou J-Lo um pouquinho gorda.

Gwyneth Paltrow estava deslumbrante no longo branco da grife Tom Ford. Maaas, eu tiraria a capa, é, não sou fashionista o suficiente para achar uma capa no red carpet algo bonito. Quer dizer, capa pra mim só fica bonito em fantasia de super herói, ponto final. Não achei que ela chegou a estragar o look, mas ainda acho que sem ela o vestido ficaria muito mais bonito.

Cameron Diaz optou por um longo nude tomara que caia da Gucci, com babados e detalhes em lantejoulas, achei que a atriz ficou muito elegante.

A jovem Shailene Woodley, que atuou ao lado de George Clooney em Os Descendentes, realizou o sonho de toda garota ao usar um Valentino para o evento. O problema? A atriz de apenas 23 anos ficou com um ar matronal que não combinou. Entendam, achei o vestido belíssimo, mas simplesmente não apropriado para a idade dela. Se a Meryl Streep ou a Glenn Close tivessem feito essa mesma opção teria ficado mil vezes melhor.

Para balancear todo esse branco, alguns pretinhos nada básicos:

Angelina Jolie encarnou novamente a Femme Fatale com um vestido Atelier Versace com uma fenda caprichada nas pernas. Para completar o look extremamente sensual, a mulher de Brad Pitt escolheu deixar os cabelos soltos com volume e os lábios vermelhos, não teve para ninguém!

Bem, disseram que esse vestido da Tina Fey era preto, por isso que eu o coloquei aqui. Mas para mim ele fotografou azul petróleo, só pra deixar claro. De qualquer forma, a comediante estava deslumbrante no tomara que caia Carolina Herrera. Um dos looks mais elegantes que eu lembro de ve-la usando.

Jessica Chastain fez uma escolha arriscada ao escolher o longo preto bordado em dourado da grife de Alexander McQueen. O padrão da estampa poderia ter dado muito errado, mas eu achei que funcionou muito bem no corpo da atriz.

Agora um pouco de cor:

Os Verdes…

A atriz francesa Bérénice Bejo optou por um modelo verde menta Elie Saab. Apesar da cor ser uma grande aposta para o verão europeu, não achei que ela foi tão feliz com o modelo.

A apresentadora de TV Maria Menounos escolheu um modelo do tipo deusa da estilista Maria Lucia Hohan, o vestido todo drapeado e com algumas nuances de verde era incrível,  eu adorei!

Já Gleen Close mostrou que a elegância não tem idade. A atriz estava deslumbrante em um modelo Zac Posen que estava extremamente adequado para sua idade, o corte impecável e o bolero deram o toque final.

Os Vermelhos…

Todo mundo adorou o vestido que a Michelle Williams escolheu usar, menos eu. Não sei se é porque acho que ela é uma atriz muito sem açucar, que constantemente se veste mal – na minha opinião – que o Louis Vuitton coral (sim, a atriz descreveu a cor como coral) não me impressionou muito. De qualquer jeito, ela está muito melhor do que de costume.

Natalie Portman usou um longo vintage Christian Dior Couture, um tomara-que-caia vermelho com bolinhas pretas, definitivamente não foi o meu favorito.

Emma Stone escolheu um modelo vermelho do estilista Giambattista Valli. Assim que eu olhei para o vestido pensei: Nicole Kidman Oscar 2007. E não, não fui só eu, afinal, o vestido é quase igual! Olha só:

Em geral achei que todo mundo caprichou no que vestiu, por isso não fiz as mais mal vestidas, mas sim os três vestidos que poderiam ter melhorado um pouco mais.

Vão me chamar de louca, mas não gostei da escolha de Penélope Cruz para o tapete vermelho de ontem. Achei que o vestido Armani Privé ficou com cara de cinderela, mas não no bom sentido. Achei que a cor do azul dava um aspecto de sujo, enfim, não me agradou.

Sandra Bullock é uma das minhas atrizes favoritas e eu adoro o seu estilo, mas devo dizer que não amei o Marchesa que ela usou na premiação. Para mim o grande problema é que como as costas do vestido eram abertas o caimento na frente ficou estranho deixando a atriz com o corpo quadrado! Mas amei a parte de baixo, uma pena que o caimento estragou o que poderia ser um vestido incrível!

Não gostei nada da escolha de Viola Davis para a noite de ontem achei que o vestido verde achatou os seios da atriz e não entendi nada da parte de baixo também. A cor ficou muito bem em contraste com o tom de pele da atriz. Um ponto que todos elogiaram foi o fato de Viola ter usado seu cabelo natural para a cerimônia, mas eu me pergunto se o cabelo dela é realmente dessa cor, por que acho que envelheceu, preto ficaria melhor.

Por outro lado, temos os destaques da premiação, por incrível que pareça, duas mulheres que não foram indicadas:

Stacy Keibler era praticamente a estatueta do Oscar em tamanho real nesse Marchesa dourado incrível! Amei a cor, os detalhes, o caimento, o penteado, nota dez para a moça, que chamou tanta atenção quanto seu namorado, o ator George Clooney.

Eu sei que já mostrei a Milla lá em cima, mas estou obcecada por esse Elie Saab branco. Achei que a atriz estava impecável.

É isso gente, a noite foi recheada de escolhas ousadas e vestidos incríveis, e foi isso o que eu achei do tapete vermelho do Oscar 2012. E para você, quem foi a melhor da noite? E quem errou feio?