Candy Colors

Uma grande tendência que vem chegando nessa estação são as Candy Colors – Cores doces. Que nada mais são do que tons pastéis de cores mais vivas como rosa, azul, verde e amarelo.

A gente pode observar essa tendência em uma das mais recentes campanhas da Louis Vuitton:

Para mim esse tema tem tudo a ver com o estilo vintage, a roupa fica com um ar super romântico e essa coisa de tornar o antigo moderno acaba casando muito bem com a tendência. Sem muito esforço o look fica extremamente feminino, muito elegante e fofo ao mesmo tempo.

Procurei no Google algumas imagens que ilustrassem essa tendência. As cores que mais marcam presença são o verde menta, o rosa e o azul bebê e o amarelo pastel.

Podemos usar as cores pastéis em shorts e vestidos, combinadas com tons neutros:

Ou em looks com mais cara de inverno e com uma mistura entre as cores, um tipo de light color blocking.

Mas para mim a grande responsável por essa tendência foi Katy Perry, que vinha utilizando looks com candy colors desde o lançamento de seu primeiro single. Olha só:

Esses dois primeiros looks são bem antigos, de uns anos atrás, mas esse terceiro é muito atual, ainda deste ano, o que mostra que a cantora vem se mantendo fiel com as cores e que ela as usa por gosto pessoal, não por tendência.

Pessoalmente eu ainda não me senti pronta para tentar nada, mas algo me diz que vou acabar comprando algo verde menta, por que de todas essas cores é a minha favorita. Se isso acontecer posto o look aqui para vocês verem!

Os looks do Grammy Awards 2012

Na noite do último domingo, dia 12, aconteceu uma das maiores premiações da música, o Grammy Awards 2012. O tapete vermelho do evento foi muito movimentado e marcado pelo brilho e pelo dourado. Separei aqueles que eu considero os looks mais imperdíveis da noite, bora conferir?

Primeiro, não poderia ser diferente, o grande nome da noite: Adele. A cantora britânica levou para casa seis estatuetas, sendo consagrada a grande campeã da noite. Mas, a musa não fez bonito apenas com os prêmios.

Belíssima a cantora desfilou pelo red carpet com um vestido preto brilhoso Giorgio Armani e sapatos Louboutin. Além disso, Adele exibiu o novo visual, com cabelos mais claros e mais curtos. Tudo combinado a uma maquiagem impecável, olhos bem delineados e batom vermelho bem aberto.

Outra que roubou a noite foi a cantora country Taylor Swift.

A jovem escolheu um vestido dourado da grife Zuhair Murad, com detalhes bordados a mão e partes em transparência. Taylor disse que acredita que esse é um dos vestidos mais bonitos que já usou em toda a sua vida e que desde que colocou os olhos nele, alguns meses atrás, sabia que ele era o escolhido para o Grammy. Combinado com a maquiagem leve e jovial e o coque simples o vestido ficou super elegante, amei!

Outra cantora country que mandou muito bem no red carpet foi a ex-american idol Carrie Underwood.

A loira apostou em um vestido branco todo decorado com cristais brilhantes, da marca Gomez Gracia. A manga longa foi compensada por uma abertura nas costas, que deixou um pouco de pele à mostra. Na maquiagem olhos pretos bem marcados e cílios postiços enoormes!

Mas, nem todos os destaques foram cantoras. A atriz Kate Beckinsale, a socialite Paris Hilton e a apresentadora Kelly Osbourne fizeram bonito no tapete vermelho.

Kate apostou em um modelo curto em tecido branco com um toque de dourado, com drapeados e detalhes em preto. O vestido da grife Zuhair Murad foi combinado com sapatos de salto pretos da Ferragamo. Adorei a roupa e a maquiagem da atriz, definitivamente uma das minhas favoritas da noite!

Já Paris optou por usar um vestido longo branco com detalhes bordados em dourado da Basil Soda. O cabelo preso com um ar vintage deu um ar de elegância a socialite, que normalmente aparece com muito menos roupas em eventos do tipo.

A apresentadora do programa Fashion Police também fez bonito, apostando nas duas grandes tendências da noite: o dourado e o brilho! Kelly escolheu um vestido Tony Ward, cabelos soltos e maquiagem leve. Eu teria usado um batom um pouco mas forte, mas aprovei o look.

Também exibindo um novo visual, Rihanna desfilou pelo tapete vermelho comprovando o ditado de que as loiras se divertem mais.

A cantora pop usou um vestido preto Armani, com decote, fenda e costas abertas. Tudo junto parecia uma receita para o desastre, mas incrivelmente eu achei que apesar de expor muita pele Rihanna conseguiu fazer isso com muita elegância. Aprovei!

Outra famosas ficaram no meio termo:

Gostei do vestido da modelo Amber Rose e achei até que o amarelo caiu muito bem com seu tom de pele, só acho que ele podia ser um pouco mais apagado, achei berrante demais.

Já a cantora Kelly Rowland escolheu um vestido nude com detalhes bordados na parte do busto bonito, mas nada demais.

Katty Perry usou esse vestido dourado durante a premiação. Eu achei que esse modelo é muito mais bonito do que o que ela escolheu para usar no tapete vermelho (vou falar sobre ele mais embaixo), mas esse cabelo azul frisado acaba com qualquer look. Lançando a campanha: Katy, volte a ser morena!!

Jennifer Hudson fez uma homenagem emocionante a falecida Whitney Houston e usou um vestido preto muito elegante para tal.

Agora começamos a parte de quem não mandou tão bem…

Apesar de lindas e muito divas, achei que Fergie, Jesse J e Katy Perry não foram muito felizes em suas escolhas.

Adorei o modelo e a cor do vestido Jean Paul Gautier da Fergie, mas o que eu não aguento é toda essa transparência e lingerie preta por baixo. Se houvesse um tecido laranja mais claro ou nude por baixo da renda, eu acho que a cantora estaria entre as mais bem vestidas da noite, mas desculpa, desse jeito ficou uma coisa meio Lady Gaga no Halloween.

Jesse J foi muito elogiada pela crítica, mas eu não consegui gostar de seu vestido metálico Julien Macdonald. Na minha opinião, de longe não tem cara de metal, mas sim de tecido barato que imita metal. Talvez o vestido apenas não tenha fotografado bem, mas eu definitivamente não gostei.

Katy Perry quis combinar o vestido com o cabelo, mas para mim deu tudo muito errado. não gostei muito da cor, azul bebê, e nem do modelo, que ficou muito senhora em uma cantora tão jovem. além disso, o vestido Elie Saab, da cantora era um pouco transparente, que somado com a falta de um bom soutien, garantiu exibição demais para os seios da cantora.

Agora a parte que eu gosto de chamar: O QUE RAIOS ELAS ESTAVAM PENSANDO?

Não sei como deixaram essas três saírem de casa desse jeito, mas, deixaram, então temos que comentar.

A modelo Anne V, namorada do lindo do Adam Levine, Esqueceu uma parte do seu vestido em casa, coitada. Não é por que você é modelo que tudo bem sair por ai desfilando semi nua. Achei a fenda e o decote de muito mal gosto.

Rebecca Black, em primeiro lugar, não sei nem o que essa menina estava fazendo lá né? Mas tudo bem, já que você foi convidada pelo menos vista algo bonito, ok? Não um tomara que caia preto que te engorda mil quilos pareado com pérolas da sua avó…

Não sei exatamente quem é essa última, é alguém que se chama Robyn. Me perdoem minha possível ignorância por não saber quem ela é, mas agora ela será sempre lembrada na minha cabeça como a menina que usou uma camiseta branca para ir ao Grammy!!!  Eu quero dizer, olha para ela, não tem nada que se salve, se ela for cantora espero que pelo menos cante bem, por que senso fashion = zero. Pior vestida da noite, com toda certeza.

E por último, as fantasias da noite. não achei justo colocar essas pessoas entre as mais mal vestidas, por que a intenção dessas três definitivamente não era estar bonita:

Essa primeira é uma tal de Sasha. Eu só tenho uma coisa a dizer: arma no braço? Ok, exterminadora do futuro, o mundo está a salvo…. próxima.

Nicki Minaj usou esse vestido Versace e entrou como freira de braços dados com um papa falso. Nova Lady Gaga pintando no pedaço?

Falando em Lady Gaga, a mamãe monstro esteve discreta durante a premiação deste ano. Foi muito difícil encontrar uma foto dele e só consegui essa em que ela está sentada, de qualquer forma, achei que ela está muito mais discreta do que em anos anteriores.

Em geral achei que foi uma noite belíssima e mal posso esperar até domingo que vem, com o Oscar!

O que vocês acharam do tapete vermelho do Grammy Awards 2012?

50’s Fever!

Andei sumida, eu sei. Me perdoem, estava faltando inspiração sabe? Mas hoje voltei com tudo, com um post muito especial sobre um assunto que me inspirou demais: Década de 1950!

Qual é a primeira coisa que você pensa ao ouvir anos 50?

Eu penso em donas de casa super charmosas, que não desciam do salto nem para cozinhar e, é claro, em Pin Ups! Para mim essa primeira montagem que eu fiz resume perfeitamente o meu imaginário do que foram os anos 50: Muito glamour – até mesmo dentro de casa – e feminilidade acentuada!

De certa forma, acho que não estou necessariamente enganada, olha essas imagens que eu encontrei no gettyimages:

Duvido que você, minha amiga, cozinhe um frango ou pique uma cebola com toda essa elegância! hahaha. Brincadeiras a parte, eu realmente acho fascinante o fato de que as mulheres dessa época buscavam estar elegantes em qualquer circunstância, inclusive dentro de casa para a realização de seus afazeres domésticos diários.

A moda exaltava as formas femininas, acentuando a cintura através de cintos e criando volume na parte de baixo com saias godê. O grande responsável pela glamuralização da mulher durante a década de 50 foi o estilista Christian Dior que em 1947 surgiu com a proposta do “New Look” para as mulheres, que basicamente foi a idéia de marcar a silhueta feminina. Essa proposta foi amplamente aceita pela população feminina e por isso se tornou um marco da moda da época.

Luvas foram outro acessório indispensável para o guarda-roupas da época, toda mulher bem-vestida deveria ter alguns pares delas. Sapatos de bico fino ou peep toes completam o look.

A década foi marcada também pela presença de Divas que são admiradas e copiadas até hoje, entre elas Audrey Hepburn e Grace Kelly:

Não a toa são ícones de estilo até os dias de hoje, duas bonequinhas. Marcaram pelo estilo cheio de naturalidade, graça e jovialidade. Ficaram mais conhecidas por suas carreiras como atrizes, Grace por filmes como Janela Indiscreta de Hitchcock e Audrey pelo Clássico Breakfast at Tiffany’s.

Outros ícones da década foram Marilyn Monroe e Brigitte Bardot. Ao contrário das primeiras estas ficaram mais marcadas pela devastadora combinação de ingenuidade e sensualidade. Permanecem no imaginário masculino como sex-simbols e no feminino como exemplos do que desejamos ser.

A maquiagem é outro fator que diferencia a década de todas as outras,  com o fim da escassez dos cosméticos do pós-guerra, a beleza ganha força, cuidar da aparência assume um papel essencial no dia a dia feminino. Valorizar o olhar, era a palavra de ordem, o que levou a uma infinidade de lançamentos de produtos para os olhos: sombras, rímel, lápis para os olhos e sobrancelhas, além do indispensável delineador. Outro destaque era por conta da boca, sempre muito bem marcada com batom vermelho. A pele era essencialmente pálida, um blush muito leve apenas para dar aquele ar de saúde.

Alguém que assumidamente usa o 50’s inspired look em seu dia a dia é Dita von Teese. A Ex de Marilyn Manson faz isso com maestria sem igual. Olhando suas fotos parece até que entramos em um túnel do tempo e fomos transportados novamente para 60 anos atrás!

Outra pessoa que usa muito bem todo o conceito da moda dos anos 50 é a cantora Katy Perry:

Escolhi duas imagens em que a inspiração é muito clara, mas ainda sim existe um quê de modernidade. O primeiro look contem tudo que é essencial para compor um look anos 50/pin-up: Saia godê cintura alta, decote coração (que valoriza o busto deixando a mulher ainda mais sexy), cinto marcando a cintura e peep toes. A modernidade fica por conta do comprimento da saia e da estampa de oncinha, que dá uma descontraída no look.

Na segunda imagem segue o mesmo padrão, shorts cintura alta, cinto demarcando a cintura, pele bem branquinha e batom rosa. Sempre aquela inocência sexualizada característica da década.

Por último, separei um editorial da vogue americana que eu encontrei aqui na internet, para mostrar que montar um look inspirado nessa década tão glamurosa é possível para todas nós!

E ai, gostaram? Querem tutorial de maquiagem 50’s inspired?